Translate

18 março, 2012


quando o inverno secar sua boca
talvez, eu nem chegue à primavera
quando de manhã sozinha à mesa
com uma xícara de café 
se fizerem ausentes suas palavras
a sombra da tarde se estenderá
levando a pouca luz que me aquece

quando o inverno secar sua boca
o silêncio se perpetuará em distância
e talvez  ... eu nem chegue à primavera

6 comentários:

  1. Gostei desta elegia à vida a dois...
    É a única forma em como entendo o viver!

    ResponderExcluir
  2. Esse inverno ao certo será o inverso do desejo da alma,,,trará a mais pura solidão dos dias...belíssimo poema...uma semana repleta de paz pra ti.

    ResponderExcluir
  3. Um dia maravilhoso pra ti minha amiga, repleto de carinho paz e poesia...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  4. Ah! que o inverno tarde a chegar, e a primavera venha logo e alegre o teu olhar... Lindo Poema! Parabéns!

    ResponderExcluir