Translate

26 junho, 2018

há uma distância entre eu e as coisas
sempre haverá está distância que parece ser de vida adiada
de dias que deixo de caminhar sobre as pedras e não tomo o sol em minhas mãos
sei bem que me deram o sol
mas há também uma distância de dias parados na sombra
de palavras encolhidas na barriga e por mais que eu tente gritar
tudo permanece parado em névoas acinzentadas
sei bem que me deram o sol
mas há uma distância entre eu e as coisas como brinquedos guardados no alto do guarda-roupa

Nenhum comentário:

Postar um comentário